Isto não é (só) Matemática, é a (própria) vida, Alvim!

Agora sim: O programa “É a vida , Alvim” com Lucy Pepper, Alexandre Aibéo e Pedro Aibéo (em video e na secretária do Alvim). Ao fim de dez minutos deverão clicar em “play” uma vez mais para verem todo o programa! AQUI

Anúncios

3 thoughts on “Isto não é (só) Matemática, é a (própria) vida, Alvim!

  1. Olá Professor, deixe-me dizer-lhe que estive a ver o video da final do FameLab e fiquei deveras impressionado com a simplicidade como explica uma “coisa”, (universo), que é uma incógnita! Bem naquele caso a nossa estrela…
    Permita-me também que o felicite pelo livro, fiquei seriamente curioso em desfolha-lo!
    Felicidades

    1. Caro Bruno: Obrigado pelas palavras simpáticas. Espero que tenha conseguido despertar (ou exacerbar) a sua curiosidade pela Astornomia e também pela Matemática. Um Abraço.

      1. Pois é Professor, realmente sou um apaixonado, bem não tanto como o Professor… não foi por acaso que numa das nossas aulas de fluídos quando nos quis explicar como dobrar a luz e já não sei muito bem a altura certa, penso quando falámos qualquer coisa na praia e horizonte, (bem aquela hora é um pouco difícil), mas sei que comentei na aula com os colegas, o tempo de demorava a luz solar a chegar ao nosso planeta, cerca de 8′.
        Sabe que um dos canais que mais vejo é o Discovery, passe a publicidade. Já agora professor, sei que deve estar cansado da apresentação do seu livro, como muita pena não foi possível estar presente, obrigações laborais, gostava que me desse a sua opinião sobre dois assuntos. O primeiro, foi que ouvi ou li, já não sei muito bem onde, que a Nasa enviou um vaivém, bom neste caso é só vai, ao um planeta tão distante que só lá chegará daqui por não sei quantos mil anos, e dentro dele enviaram um fotografia de uma mulher e de um homem, uma amostra de água e um disco de Bach. O outro assunto é…. é mesmo verdade que o sol tem uma vida aproximada, até ao seu fim de mais ou menos 16 milhões de anos? E já agora transformar-se-à num diamante gigante? Bem possivelmente ainda temos 8′ para o apreciar, ou não a velocidade da super-nova deverá ser gigantesca. Pronto não o maço mais, para a próxima aula falamos dos buracos negros e da sua força gravítica capaz de absorver a luz!
        Cumprimentos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s